Cores, tão acostumados a vê-las todos os dias que poucos pensam sobre elas, como nos afetam e quão diferentes são para cada ser vivo que as vê.

Essa é uma história de como as cores funcionam e como cada observador é afetado por elas.

COMPREENDENDO AS CORES

O funcionamento das cores está na capacidade de os olhos conseguirem captar a faixa do espetro de luz e enviar suas informações ao cérebro.

Cor é luz. Elas nos permitem diferir entre os elementos que vemos pelo espetro que eles refletem, facilitando nossa vida. A luz, mais especificamente o fóton, que viaja até seu olho com informações diversas e mixadas sobre a luz. Nosso olho tem células específicas para captar a luz e enviar ao cérebro qual informação está recebendo. Cabe a nosso cérebro processar essas informações e dar sentido aos sinais recebidos. Não enchergamos pelo olho, e sim pelo cérebro.

Para que as cores servem?

Elas são uma evolução da natureza para nos adaptarmos melhor e nosso ambiente.

Mova o cursor de um lado para o outro para ver a imagem colorida.

Preto e Branco

Veja a imagem ao lado, você identifica a floresta. Mas e o perigo que ela esconde? Consegue identificar o animal prestes a te atacar?

Mundo colorido

As cores nos permitem ver as similaridades e diferenças dentro do espectro de luz que chega a nós. Ajudando na nossa evolução, dando vantagens para a espécie.

Funcionamento da visão

Uma introdução à como funciona seu sentido de visão.

Como enxergamos e damos compreensão as imagens que vemos, está ligado a diversos fatores.

A capacidade de diferirmos elas está ligada à variedade de ondas de luz que nosso olho capta. Cada cor tem uma onda de difusão diferente, as quais viajam em tempos diferentes.

Você já deve ter olhado um prisma, aquele vidro triangular no qual você aponta para o uma fonte de luz e ele exibe um arco-íris do outro lado.

A maioria das fontes de luz natural carrega informações de várias cores ao mesmo tempo. O vidro no formato de prisma tem a capacidade de separar as ondas de luz, que viajam através do vidro em velocidades diferentes, resultando no arco-íris quando as ondas terminam sua passagem pelo vidro.

Diferentes animais enxergam diferentes variantes de cores. Nós humanos conseguimos ver uma gama limitada de cores, restrita a capacidade de nosso olho captar ondas específicas de luz, animais diversos podem enxergar diferentes variedades do espectro de luz.

A cor que você enxerga não é só a luz que o objeto reflete, mais também todas as luzes que estão ao seu redor no momento, todo ambiente faz interferência na cor processada pelo seu cérebro, e ele tente a te enganar muitas vezes.

A cor que você interpreta, não é somente a que o objeto reflete, mas também a cor do ambiente, as cores entre o objeto, você e seu olho. Um por do sol na praia trará uma luz mais sépia, amarelada; um ambiente com pouca luz irá trazer luminosidade

Isso torna a concepção de cor algo irreal, pois a mesma cena pode ser vista com vários contextos.

Está página é especialmente decorada com as fotos de Vincentiu Solomon.
Clique sobre as imagens para vê-las em tamanho grande.
Tiago Nicastro

Tiago Nicastro

Digital thinker, spacetime enthusiast, human-life philosopher, techno lover, love all-art-kinds and believes that AGI's cames for bettering the world. Work for a digital world made for humans, one qubit at a time.

Deixe um comentário